anne.

Resenha de Os delírios de consumo de Becky Bloom

"É isto que faço, por falar nisso. Sou jornalista de uma revista financeira. Sou paga pra dizer às outras pessoas como administrar seu dinheiro.
(...)
Obviamente ainda não sei nada sobre finanças. As pessoas no ponto de ônibus sabem mais sobre esse assunto do que eu. As crianças nas escolas sabem mais do que eu. Há três anos desenvolvo essa atividade e ainda estou esperando que alguém me contrate pra outro lugar."

Páginas 19 e 20

*****
Os Delírios de Consumo de Becky Bloom
Autora: Sophie Kinsella
Editora: RECORD
Páginas: 428

        Rebecca  Bloom é jornalista especializada no mercado de finanças, que tem um hábito de comprar compulsivamente. Ela está super endividada mas isso não a impede de comprar mais e mais. Enquanto tem uma relação de amor e ódio com sua conta bancária ela foge de seu gerente do banco Derek Smeath e sua assitente Erica Parnell. Ela tenta arrumar um emprego pra conseguir uma grana extra, mas em uma loja, uma consumista compulsiva trabalhando em uma loja. 
        Nesse meio tempo ela tem um relacionamento de amor e ódio com Luke também, e pra provar a ele e a todos que a acha uma piada ela escreve para uma reportagem a favor dos Webster, os vizinhos de seus pais, que foram enganados por um banco. Esse artigo dá muito o que falar e Becky é até convidada para um debate no Morning Coffe (um programa de TV) contra o representante do banco: Luke Brandon. 
        É um dos romances mais divertidos que já li, não tem nenhuma vilã no livro, Rebecca apronta de tudo, e como se fosse naturalmente se mete em apuros que não são fáceis de se livrar mas com muito esforço e muita risada ela consegue tudo. O que diferencia Becky Bloom de qualquer outro protagonista de livro é o fato de ela ser muito comum, ela está presente em todas as pessoas, ela não é especial, não é rica, não tem nada de extraordinário nela. 
        Becky Bloom sou eu, você e todas nós, seja com roupas ou com livros ou qualquer outra coisa, ela sonha alto sem medo, recebe a conta bancária e acha que tem um erro. Ela não é mais uma garota materialista endividada, sabe que tem que consertar seu problema e faz de tudo pra isso. Se metendo em problemas divertidos pra fugir de seu gerente ou tentar impressionar Luke. 

Espero que gostem do livro tanto quanto eu gostei, se tem um livro que merece ser lido e apreciado esse livro é o da Sophie. Uma personagem por qual me apaixonei foi a Becky, adoraria conhecê-la, uma consumista fofa o otimista que assim como eu acredita que se fechar os olhos os problemas irão se resolver, acho que ao mesmo tempo q me identifico muito com ela a admiro muito. 

Agora estou atrasada pra minha aula de volante, depois eu edito pra vocês com os melhores trechos.
Beijos e um ótimo dia!

2 comentários:

  1. Não sabia que você tinha blog! Que mega fofo! Muito lindo! Estou lendo o Fiquei com o seu número, que a Raíssa me deu de presente e Becky Bloom já está na minha wishlist!

    ResponderExcluir
  2. Oi Caroline! Assisti esse filme, quando passou na Globo e achei uma gracinha. Mas confesso que sua resenha foi o pontapé final que me deixou com vontade de ler o livro! Agora tô doidinha pra conferir toda essa loucura fofa da Becky. Acho que tenho dentro de mim um pouco dela também... Mas não com roupas, e sim com livros - e esmaltes, um pouquinho. AUSHHUASH
    Adorei sua resenha! De verdade! :D

    Beijinhos!

    ResponderExcluir