anne.

Resenha de A Sensitiva

"Segredos e intrigas como o estopim de paixões perigosas.
Por toda Londres do século XVIII, é possível ouvir sussurros e boatos sobre os dons inexplicáveis da família Wherlocke. Mas o Lorde Ashton, um homem com firmes convicções, é uma das vozes mais céticas de seu tempo, e tudo caminhava para continuar assim... até encontrar uma bela mulher desacordada, largada no quarto de um bordel"

*****
A Sensitiva

Autora: Hannah Howell
Editora: Lua de papel - Leya
Páginas: 206

        O interessante do livro já começa no primeiro trecho, onde Penélope é sequestrada e mandada a uma cafetina pra lhe servir de prostituta. Lá, ela é amarrada na cama e drogada para a chegada daquele que terá o prazer de lhe deflorar. Mas ela é salva pelos seus primos/irmãos/filhos.
        Ashton encontra Penélope amarrada na cama, achando que tudo aquilo ela parte de um simples jogo de sedução, e ele não ousou acreditar na menina que dizia ter sido sequestrada. Logo ele descobre a história dela, meia-irmã de Charles e Clarissa, e eles a mantém em um sótão longe de tudo e todos. Isso não impede Lady Penélope de sustentar uma casa separada com dez crianças, todos filhos bastardos de algum parente de sua família.
       Lady Penélope começa a sofrer alguns atentados contra a sua vida, e Ashton parece estar sempre por perto para salvá-la. Ele é um caça-dotes, uma vez que seu pai o deixou cheio de dívidas e sem fortuna ele precisava casar com uma herdeira, essa era Clarissa, mas seu coração batia por outra. Mas o futuro de sua família precisavam do sustento dele, que viria través do dote de Clarissa.
        Cheio de perseguição, paixão, sentimento, o livro retrata uma visão bem diferente da história da gata borralheira. Penélope é a 'Cinderela', Clarissa e Charle são os seus meio-irmãos 'feios', Lorde Ashton é o seu príncipe encantado e seu grupo de fadas madrinhas é composto por todos os seus parentes e os amigos de Ashton. Assim todos tentam manter a Penélope viva, enquanto tentam fechar o bordel e recuperar toda a herança dela roubada pelos seus meio-irmãos.
        O livro é narrado em terceira pessoa, mas expõe todos os pensamentos dos protagonistas, é o segundo volume da série da família Wherlocke, mas suas histórias são independentes. Este, é contemplado com uma leitura rápida e animadora, incentivante pra qualquer bookaholic. Além de ter seus trechos pra lá de picantes.   Senti um certo toque de Meg, o que pode ter sido apenas impressão, ou não. Mas Hannah certamente sabe como manter um leitor sem dormir para saber o final da incrível história, e além dessa sua incontestável forma inovadora de escrever.

Minha avaliação: *****
        Como não gostar de um livro deste, que envolve romance, suspense, perseguição e uma paixão ardente. Hannah nos leva a uma perspectiva que é somente dela, e só por ela essa história poderia ser contada de forma tão perfeita e divertida. Encantador o livro, assim como seus personagens e sua forte presença em minha estante.

Melhores Trechos:

"- Investimentos. Forçado a ficar a noivo e ameaçado para não romper o compromisso. Uma cafetina assassina. Uma bela jovem que está sendo privada do direito de herdar tudo o que é seu. Você andou muito ocupado enquanto estive fora - Alex provocou. - E estou certo em imaginar que a bela Penélope será a noiva escolhida caso você consiga ficar livre?"
                                                                                                           Pág. 102
"A visão de Olímpia fez com que Ashton se lembrasse do número exato de horas que já tinham se passado desde que se separara de Penélope. Ele estava embriagado de amor, pensou, sorrindo por dentro enquanto tomava um gole do seu chá."
                                                                                                           Pág. 187
"- Não foi só isso. Fiz um investimento, sabe, e esperava que desse algum retorno. E deu. - Ele sorriu. -Agora sou um homem rico.
- Então, agora você não precisa mais de uma noiva rica.
- Não, mas preciso de você. Quero que você seja a minha esposa."
                                                                                                           Pág. 202

Um comentário:

  1. Adorei sua resenha! Morro de vontade de começara ler essa série... Também, com tantas resenhas positivas que já li, seria impossível não ter essa vontade, né? Vi na Submarino uma promoção em que os três livros estavam saindo por R$ 50,00. Confesso que fiquei tentada a ler, mas como já estava morrendo por Insaciável, escolhi a Meg mesmo! rs
    Minha próxima compra, com toda certeza, será A Vidente! ;)



    Beijinhos, Amanda Cristina.
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir