anne.

Resenha de Liberte Meu Coração

"Ele é um cavaleiro alto e admirável, e esconde um segredo.
 Ela é uma linda aventureira, com mais do que alguns poucos segredos a esconder também."

Liberte meu Coração
Autora: Mia Thermopolis - Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 404

        A história se passa em 1291, na Inglaterra, onde existe uma bela moça, chamada Finnula Crais que usa calças de couro, usa seu cabelo ruivo sempre preso em uma trança e que tem a melhor mira de Shropshire.
        Finnula descobre que a irmã Mellana está grávida, mas gastou seu dote em vestidos e artefatos de mulheres. Então promete a irmã que irá ajudar-lá a conseguir dinheiro, sem saber que o que deve fazer é sequestrar um homem.
        Hugo Fitztephen, foi o alvo que Finnula avistou, rico e parecia ter voltado das cruzadas. Perfeito, apenas um detalhe. Hugh Fitzwilliam, é esse o nome que ele da a Finnula, mas parece que a Bela Finn também esconde um segredo. Ao ver o que se passava entre ele e ela se deixou ser sequestrado.
        Após ter aprisionado Hugh, Finn se arrepende, nunca viu em um homem tamanha imprudência e como ele era irritante. Mas o desejo que ela tinha de bater nele era o mesmo que ela tinha de beijá-lo. Hugo se viu imensamente atraído pela bela ruiva, até a honra dela ele roubou, melhor dizendo a Bela Finn lhe entregou. A chegada deles provoca uma pequena multidão onde Finnula descobre a verdadeira identidade dele, enquanto o mesmo descobre que ela fora casada com seu falecido pai.
        Ao decorrer da narração encontra-se várias surpresas, além de um simples sequestro e um romance que os envolve, parece que alguém que matar o marido de Finnula, Hugo, mas quem seria e por que. Só lendo pra desvendar tal mistério. A cada capítulo é narrado em terceira pessoa a visão de um dos protagonistas, Finnula e Hugo. Meg Cabot tem O DOM, consegue prender o leitor em sua narrativa cheia de diversão, romance, sutileza, tudo que há de bom.

Minha avaliação: *****
        É cheio de surpresas ao decorrer do livro, a história nem se fala de como é interessante e divertida. Sou culpada em falar deste livro, por gostar de romances que retratam os tempos passados, mas é realmente muito incrível. É interessante ressaltar também a narrativa da Meg em terceira pessoas e mostrar todas as perspectivas necessárias de ambas personagens.

Melhores trechos:

"- Eu realmente acho que não foi a razão que perdi, donzela Crais, mas meu coração - pronunciou ele com uma voz áspera.
Finnula reagiu tomando fôlego. Na opinião dela ele parecia um homem que não tinha perdido nada mais sério do que o juízo."
                                                                                                                     Pág. 102
"Com as lágrimas se acumulando sob os cílios, Finnula sussurrou:
- Não sei. Apenas não faça isso. Venha para casa comigo e me ame como eu amo você."
                                                                                                                     Pág. 398

3 comentários:

  1. Morro de vontade de ler este livro. Desde o lançamento dele aqui no Brasil fiquei babando por essa capa linda! Parece ser um livro muito bom.... E eu, como fã de Diário da Princesa, tenho certeza de que amarei esse "escrito" pela Amélia, haha :D
    Ótima resenha!

    Beijinhos, Amanda Cristina.
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro faz algum tempo e amei. Todas as cenas do Hugh com a Finn são engraçadas e ao mesmo tempo romanticas e sensuais. Adorei essa mistura que a Meg fez, achei o livro ótimo principalmente porque se passa na antiguidade.
    Adorei a resenha.
    Beijos

    Tainá Cajazeira
    http://sundae-books.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Estou de olho neste livro há um bom tempo, já! Parece ótimo, sua resenha e os trechos me deixaram com ainda mais vontade de lê-lo hehe

    ResponderExcluir