anne.

Resenha de Julieta Imortal

"Eu não sou Ariel Dragland. Meu nome é Julieta e passei séculos entrando e saindo do corpo de pessoas diferentes, lutando pelo amor, tentando salvar almas gêmeas de Romeu, o homem que me matou. Sim, aquela Julieta. Aquele Romeu. Ele está no corpo de Dylan. E eu estou apenas tomando este corpo emprestado por algum tempo."
                                                                                                                    Pág. 167

*****
Julieta Imortal
Autora: Stacey Jay
Editora: Novo Conceito
Páginas: 237

        Começarei retratando sobre o final: incrivelmente surpreendente. Bem, o livro é narrado em primeiro pessoa a 'Julieta' que é uma embaixadora, e a setecentos anos luta pela luz, pela sobrevivência do amor. Enquanto Romeu luta para destruí-la e pela destruição do amor.
        A história de amor escrita por Shakespeare, como mostra neste livro é uma farsa. Romeu assassinou Julieta para que ele pudesse se tornar um Mercenário e viver para sempre, sendo assim ele teve de sacrificar seu verdadeiro amor. Mas Julieta Capuleto foi salva pela Enfermeira, que a transformou em uma Embaixadora da luz, tendo assim de lutar contra Romeu durante séculos. Ela entrando em corpos emprestados e ele precisando entrar em um corpo que já estivesse morto.
        Parece ser a última reencarnação de ambos, cada um com a mesma missão, ela de salvar o amor de um casal e ele convencer um dos apaixonados a sacrificar sua alma gêmea pela eternidade. Só que ela parece estar sozinha, sem a ajuda da Enfermeira, e ele abandonado com a morte lhe rondando. Ela no corpo de Ariel, uma menina aparentemente esquisita, magra, loira e grande olhos azuis, tímida e com um relacionamento um tanto complicado com a mãe. Romeu entra em Dylan segundos após a sua morte um garoto popular que pretende perturbar Julieta, melhor dizendo Ariel.
        Julieta logo descobre que um dos amantes que deve proteger é Gema, pois sua aura está rosada, sua melhor e única amiga, mas uma garota um tanto quanto difícil. A alma gêmea dela é Ben, que também tem sua aura rosada, que quer dizer que Julieta deve protege-los.
        Enquanto sozinha ela tenta proteger os dois amantes, Julieta se vê apaixonada por Ben, e é correspondida. Será possível? Ela não tem um corpo, ela logo sumirá e não terá completado sua última missão. Qual será o seu futuro. Romeu quer voltar a ter um corpo, voltar a sentir como é ter um corpo, mas para isso ele e Julieta precisam se amar novamente, precisam fazer a magia juntos.
        O final claro eu não posso revelar, mas é muito surpreendente. Eu nunca imaginei que ler um livro de uma autora de que um nunca ouvi falar seria tão emocionante. Ele escreve de forma suave e intensa, sem nenhum defeito. Com uma leitura rápida e emocionante. A cada capítulo uma surpresa, uma emoção diferente. Apesar de alguns momentos o livro viajar um pouco a ponta de confundir a sensação logo passa e é bem legal.
        Um livro sobre segundas chances, oportunidades perdidas, amores proibidos, esperança como a última que morre, aproveitar a chance, desejos que se tornam realidade, um livro que vai além da leitura superficial, além da diversão e do prazer que há em ler, vai ao aprendizado de vida, lições que serão guardadas sempre.

Minha avaliação: *****
        Lindo e emocionante, intenso e surpreso. A leitura foi muito agradável, nunca tinha visto uma autora escrever como ela antes, de forma tão rápida e tão intensa. Perfeito, adorei a história por ser diferente e surpreendente, adorei a autora por escrever de forma tão sutil e tão penetrante ao mesmo tempo. Não tem como sair pelo dicionario procurando palavras que possam descrever um livro tão maravilhoso como esse.

Melhores Trechos:

"A lembrança tem um impacto de um raio de luz e ofusca a minha visão. Não é Romeu que detestei durante todos esses anos, pelo menos não totalmente. Era... eu mesma."
                                                                                                Pág. 204

"Eu me detestava por ter dado tudo a um garoto que não soube valorizar o presente que recebeu. Eu me detestava por amá-lo. Eu me detestava por ter morrido por ele, tanto que me enganei acreditando em uma mentira durante toda a minha sobrevida. Eu me detestava por continuar dando poder a ele, por ter passado tantos anos inúteis detestando-o, quando eu deveria ter gasto essa energia amando outras pessoas, amando a mim mesma."
                                                                                                Pág. 204

"Romeu me deixava tonta com seu amor, mas nunca me conheceu de verdade, nunca fez meus pés ficarem no chão. Um chão onde poderia cultivar coisas maravilhosas e verdadeiras, algo que pudesse superar a 'eternidade'."
                                                                                                Pág. 164

2 comentários:

  1. Esse livro é diferente de todos que já li.
    E é o oposto do apaixonante e clássico, "Romeu e Julieta" de Shakespeare.
    Ainda não li o livro Julieta Immoratal, mas, já li todas as resenhas, e, a maioria delas são de elogios que faz com que dê mais vontade de ler.

    ResponderExcluir
  2. Eu também adorei este livro, a leitura é tão envolvente, eu não queria que terminasse. aquela Gema, aff, que raiva viu..Ben era tão fofo ^^

    Estou doida pela continuação..é é é, vai ter, pena que vai levar séculos pra chegar aqui..A capa é super fofa, adorei tbm..

    :D
    Beijos

    ResponderExcluir