anne.

Resenha de Insaciável

“- Meena - disse ele. A voz era magoada, o desejo enorme.
Então, as reservas finais de controle destruídas pela sensação da pela acetinada dela sob seus dedos, ele se viu puxando-a contra si, maravilhado com o calor do corpo de Meena e colou os lábios sobre os dela, dominado por um desespero para consumi-la ... devorá-la...
Ela soltou um gemido abafado – se era de protesto ou desejo, ele não conseguiu determinar – e colocou as duas mãos sobre o peito de Lucien.
Relutante, ele afastou os lábios dos dela e perguntou:
- O que foi?
- Nada de mordidas – sussurrou ela. – Estou falando sério dessa vez.”
                                                                                                              Pág. 310


****
Insaciável
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 500

        Meena faz parte da equipe dos escritores de Insaciável, uma novela, que a principio era tão comum como qualquer outra. Mas com a febre dos vampiros ela foi obrigada a encaixar um vampiro como herói. Só que Meena está cansada desses monstros misóginos, que invadiram a mídia e tomaram o sucesso apenas para si. Mas é claro que não importa o que ela acha, terá de escrever sobre eles mesmo assim.
        Em uma madrugada passeando com seu cachorro Jack Bouer, Meena é atacada por um bando de morcegos e salva por um cara misterioso Lucien que parecia intacto ao ataque. Por uma coincidência, ela conhece o Príncipe que sua vizinha Marie Lou queria lhe apresentar e vê que é o mesmo Lucien, e eles logo ficam juntos. Assim ela se baseia nele para um personagem para a novela Insaciável. Os dois estão muito apaixonados e envolvidos, até uma invasão que Meena sofre em seu apartamento por Alaric Wulf, um caçador de vampiros que trabalha para a Palatina.
        Meena então descobre tudo, que seu namorado é um Vampiro, o príncipe das trevas, e seu irmão quer tomar se trono. Alaric está com Meena e Jon seu irmão para chegar até Lucien, mas eles estão no meio de uma guerra, uma guerra entre vampiros onde ela é a bandeira que faz com que qualquer um consiga chegar a Lucien.
        Meg Cabot surpreendeu, a história não foi nem de longe uma das melhores, o que a tornou legal foi o fato de ter sido escrita pela querida Meg, ficou emocionante, romântica, surpreendente, interessante. No início eu lia comparando um pouco com Crepúsculo (que foi o início da febre de vampiros), mas logo esqueci-me disso e pus-me a ler o livro com tamanha intensidade e gostei.
        É narrado em 3ª pessoa, mas em cada capítulo é a visão de pensamento de um dos principais personagens: Alaric, Meena e Lucien, poucas vezes sendo feita por outros personagens. O livro é longo, mas porque acontecem muitas coisas ao longo de menos de um mês.

Minha Avaliação: ****
        Apesar do início não ser um dos melhores, e ser um pouco confuso, a autora faz com que tudo pareça bem legal ao longo do livro, o enredo não me agradou muito, apesar de ter um final portentoso. O livro o tempo inteiro é sublime, mas o final é o que mais mostra-se ser magnificente. A leitura é maravilhosa e envolvente.

Melhor Trecho:
"Ela balançou a cabeça e, esticando os braços para pegar com as duas mãos a frente da camisa dele, puxou-o para o lado dela sobre a cama.
- Você sabe que não posso ir - disse Lucien, ainda olhando para a porta do quarto.
- Pode sim - disse Meena, balançando a cabeça. Ela continuou a segurá-lo pela frente da camisa. - Por que não pode?
O olhar dele voltou para ela, o brilho vermelho morrendo um pouco, felizmente.
- Você sabe por quê, Meena.
Do qu ele estava falando? Não podia querer dizer... não havia como ele...
- Não posso ir porque estou apaixonado por você Meena - disse ele com a voz grossa. colocou as mãos sobre as dela. - Já falei. Você matou o dragão.
Ele estava apaixonado por ela? Lucien Antonesco estava apaixonado por ela?"

                                                                                                   Página 303

Um comentário:

  1. Estou bem curiosa para começar a ler o livro agora que ele já está em minhas mãos! *o*
    Parece ser bem interessante. Principalmente por ter escrito pela Meg, né? rs



    Tenha um 2012 incrível: cheio de esperança e sonhos a ser realizados! =]
    Beijinhos, Amanda Cristina.
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir